RABISCOS POÉTICOS

AMAR É FÁCIL PARA QUEM TEM MEMÓRIA PORÉM, ESQUECER É DIFÍCIL PARA QUEM TEM CORAÇÃO.

Textos


NOITE NO DESERTO


Um beduíno a vagar pelo deserto
Sol escaldante a rastejar na areia
Desalento na alma ele cambaleia
Dias e noites sem caminho certo



Noite calma há um silencio liberto
Tanto silencio a brilhar a lua cheia
Frio! A temperatura fria ricocheteia
Óh céus! A olhar as estrelas disserto



Nas tendas montadas a céu aberto
O som de uma canção desencadeia
Seus sonhos, pelas dunas campeia


 
 

Uma palmeira a balançar, por perto
À noite mal dormida  e o dia clareia
A anunciar um Oásis todo encoberto


 

                         

 
INTERAÇÕES POÉTICAS


Não tendo caminho certo 
Anda pela intuição 
Vagueia pelo deserto 
Em contrita solidão

Poeta Irineu Gomes




DESERTO DA MINHA INFÂNCIA

 
Em criança vivi ao lado dum deserto
Sozinho corri em finas areias
Era menino, sem menina por perto
Para mim as dunas eram ameias

Para um enorme castelo conquistar
Precisava pois deslizar no areal
Então o mais seria rebolar
Para de surpresa dar o golpe fatal

Assim passava bons momentos de ação
Antes do sol atingir todo o seu fulgor
É por não suportar tanto o calor


As noites eram frias com a escuridão
No silêncio, até ouvíamos o mar
Que às Welwitchias queria beijar

Poeta Gualberto Marques

( Grata, pela sua carinhosa interação, Gualberto!)

 

 
SanCardoso
Enviado por SanCardoso em 29/11/2014
Alterado em 08/05/2018
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras