RABISCOS POÉTICOS

AMAR É FÁCIL PARA QUEM TEM MEMÓRIA PORÉM, ESQUECER É DIFÍCIL PARA QUEM TEM CORAÇÃO.

Textos


PASSAGEIROS DA VIDA...


Na empreitada do tempo, somos passageiros.
Sem direito a refrigério, ou sentar-se na janela.
Destinados a própria sorte, somos aventureiros.
Atravessar caminhos e estradas com cautela.

Passageiros em busca da única passagem.
Empenhados no trabalho árduo e profundo
Não tem tempo, nem se atentam na viagem.
Seguem um destino, que nunca é o oriundo.

Caminho que viajam a pé, ou outro transporte
Ao chegarem ao destino, sentem-se jubilosos.
Exaustos, pernas fracas... Isto será sorte?

Vida ao tempo, madrasta, dele faz clandestino!
Nessa viagem de ida até à profícua essência.
Uma viagem sem volta, pobre velho franzino!






(Estação de metrô Sé - São Paulo - Horário do rush)
SanCardoso
Enviado por SanCardoso em 12/12/2011
Alterado em 23/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.sancardoso.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras